Sobre a Banda



FALL OUT BOY
Origem: Wilmette, Illinois, Estados Unidos
Genero:Pop punk, alternative rock
Membros:Patrick Stump,Pete Wentz,Joe Trohman,Andy Hurley
Gravadoras:Island (2004–atual) Fueled by Ramen (2003–2004) Uprising Records (2002)
Anos ativo:2001-2009,(Hiato 2009-2013), 2013–até agora
Ex-membros:Mike Pareskuwicz T.J. Kunasch







Fall Out Boy é uma banda de rock americana formada em Wilmette, Illinois, em um subúrbio de Chicago, em 2001. A banda é formada pelo vocalista/guitarrista Patrick Stump, o baixista Pete Wentz, o guitarrista Joe Trohman e o baterista Andy Hurley. A banda se originou a partir de cena punk de Chicago, com o qual Wentz estava fortemente envolvido. O grupo foi formado por Wentz e Trohman como um projeto paralelo punk pop de suas respectivas bandas de hardcore, e Stump se juntou logo em seguida. O grupo passou por uma sucessão de bateristas antes de aterrar Hurley e gravar seu álbum de estréia, Take This to Your Grave  (2003), que se tornou um sucesso no subsolo e ajudou a banda a ganhar uma base de fãs dedicados através de turnês, bem como o sucesso comercial moderado .
Com Wentz como letrista da banda e Stump como o compositor principal em 2005 uma grande gravadora se juntou a banda e lançou From Under the Cork Tree, produziu dois singles, "Sugar, We're Goin Down" e "Dance, Dance", que ganharam o prêmio de platina dupla, transformando o grupo em superstars e fazendo Wentz uma celebridade,também nos tablóides.O Fall Out Boy recebeu uma indicação de Melhor Artista Revelação no Grammy Awards 2006. Em 2007, Infinity on High, desembarcou no número 1 na Billboard 200, com 260.000 vendas na primeira semana. Produziu vários singles de sucesso em todo o mundo,como "This Ain't a Scene, It's an Arms Race" e "Thnks fr th Mmrs". Folie à deux, o quarto álbum da banda, criou uma resposta mista dos fãs e expectativas comercialmente desvalorizadas. Após o lançamento de Believers Never Die - Greatest Hits, a banda teve um hiato 2009-2012 para "descomprimir", explorando vários projetos paralelos. Eles se reagruparam e gravaram Save Rock and Roll (2013), que deu à banda o seu segundo número um da carreira e produziu um sucesso no top 20,o single "My Songs Know What You Did in the Dark (Light Em Up)".
Enquanto a música do Fall Out Boy tinha sido tipicamente descrita como pop punk e pop rock, a banda foi vista geralmente em meados dos anos 2000 na vanguarda da explosão "emo pop". Take This to Your Grave tem sido frequentemente citado como um projeto vital para a música pop/punk na década de 2000.

 História

2001-02: Primeiros anos


Fall Out Boy foi formado em 2001 no subúrbio de Chicago de Wilmette, Illinois pelo os amigos Pete Wentz e Joe Trohman. Pete Wentz era um "acessório visível" do pequeno subúrbio e da cena hardcore punk da década de 1990, atuando em vários grupos como Birthright, Extinction e First Born, bem como a banda de metalcore Arma Angelus ea Racetraitor "uma banda que conseguiu pousar as capas de Maximumrocknroll e fanzines Heartattack antes de liberar uma única nota de música ".  Wentz estava crescendo insatisfeito com as mudanças constantes da comunidade, que ele via como uma transição de ativismo político. Com o entusiasmo em Arma Angelus , ele criou um projeto paralelo pop punk com Trohman como um projeto "fácil e escapista". Trohman conheceu Patrick Stump, em seguida, um baterista para a banda de grindcore Xgrinding processX  e uma série de outras bandas que "nunca deram certo", em uma livraria Borders em Wilmette. Ao discutir ''Neurosis'' com um amigo, Stump interrompeu a conversa para corrigir a sua classificação da banda em uma conversa que logo mudou para a nova banda. Stump, viu como uma oportunidade para experimentar como era ser uma "celebridade do hardcore local" Wentz, dirigiu a Trohman para sua página MP3.com, que continha gravações acústicas. Stump tinha a intenção de experimentar ficar como baterista , mas Trohman pediu-lhe para trazer seu violão; ele impressionou a dupla com músicas de Saves the Day's Through Being Cool. Enquanto Wentz queria o colega Andy Hurley no grupo como baterista, Hurley apareceu desinteressado e muito ocupado.
 A primeira apresentação pública da banda veio em uma cafeteria na Universidade DePaul ao lado Stilwell e outro grupo que realizou covers do Black Sabbath em sua totalidade. Só o desempenho da banda com o guitarrista John Flamandan e baterista original Ben Rose foi em retrospecto descrito como "pateta" e "mau", mas Trohman fez um esforço ativo para fazer o trabalho da banda, pegando os membros para práticar. Wentz e Stump discutiram sobre nomes de banda. Depois de criar uma pequena lista de nomes que incluíam "Fall Out Boy", um personagem que apareceu uma só vez no 'Os Simpsons', os amigos votaram no nome. Sua segunda apresentação, em uma universidade no sul de Illinois com a ''The Killing Tree'', começou com Wentz apresentando a banda com um nome,Stump lembrou que achou o nome "muito longo".De acordo com a Stump, um membro da platéia gritou: "Foda-se,esse não, vocês são o Fall Out Boy! ", e a banda foi creditada no final do show sob esse nome por Killing Tree e Tim McIlrath. Como o grupo olhou para McIlwrath e Trohman e Stump foram "obstinados" e assim o nome pegou. A primeira demo fita cassete do grupo foi gravada no porão da casa de Rose, mas depois partiu para Wisconsin para gravar uma demo adequada com 7 Angels 7 Plagues do baterista Jared Logan, a quem Wentz conhecia através de conexões na cena hardcore.
 Vários outros membros passaram pelo grupo, incluindo o baterista Mike Pareskuwicz e o guitarrista TJ "Racine" Kunasch. Enquanto Stump neste momento sentiu-se desinteressado no grupo, Wentz foi, segundo Uprising Records e o proprietário, Sean Muttaqi, vendo o grupo como "a única coisa que o tornaria famoso. Ele tinha uma visão clara." Wentz foi "singularmente focado em levar as coisas para o próximo nível", e lançou a banda em promoção através da mídia social. Muttaqi recebeu a notícia da demo e queria liberar metade do que como uma divisão estendida com a Project Rocket de Hurley, que a banda tinha visto numa competição. Uprising desejou lançar um álbum com a banda emergente, que a essa altura tinha só escrito três canções. Com a ajuda de Logan, o grupo tentou montar uma coleção de músicas em dois dias, e gravou como ''Fall Out Boy Evening Out with Your Girlfriend''. A experiência de gravação apressada e canções subdesenvolvidas deixou a banda descontentente. Quando a banda partiu para Smart Studios em Madison, Wisconsin para gravar suas três músicas,o engenheiro Sean O'Keefe sugeriu que gravassem o trio com Hurley. Hurley também estava gravando um EP com o seu novo grupo ''The Kill Pill'' em Chicago no mesmo dia, mas correu para Madison para estabelecer a bateria para o Fall Out Boy. "Quando Andy sentou-se, apenas me senti diferente. Era um daqueles momentos " a-ha ", lembrou Wentz.

Gráfico do tempo de cada membro na banda



 2003-04: O sucesso inicial e Take This to Your Grave

A banda reservou uma tour de duas semanas com Spitalfield, mas Pareskuwicz foi incapaz de conseguir uma folga do trabalho e Racine foi expulso da banda "todos tinham ficado cansados dele". Kunasch foi temporariamente substituído pelo amigo Brandon Hamm na guitarra, juntamente com o baterista Chris Envy do Showoff que recentemente se desfez, mas ambos sairam antes do pontapé inicial da turnê.A banda convidou Hurley, em vez de preencher mais uma vez, enquanto Stump pegou emprestada uma das guitarras de Trohman para essa caminhada. Enquanto a maioria dos shows foram cancelados, a banda tocou em qualquer show possível: "Vamos entrar em qualquer show que der. Você pode nos pagar em pizza,". Lembrou Wentz. Como a turnê concluída, o consenso geral era de que Hurley seria o novo baterista da banda, e a banda começou a fazer compras em torno de três músicas de sua separação como uma demo inédita para gravadoras. A banda de olho nas gravadoras de pop punk, e tentou com um esforço considerável para se juntar a Drive-Thru Records. Uma vitrine de co-fundadores foram, em grande parte medíocres, e a banda foi oferecida a assinar com a gravadora de Rushmore, uma oferta que eles passaram. Eles tem muito em particular em discussões com o grupo de milícia e Victory Records, e Bob McLynn da Crush Management se tornou o primeiro empresário da banda. Re-entrou no estúdio com O'Keefe para gravar mais algumas faixas para criar interesse da gravadora na banda. Wentz sentiu-se "no banco de trás", por ter escrito, as músicas e questionou temporariamente o seu lugar no grupo, mas Stump argumentou em seu favor: "Não, isso não é justo.Não me deixe com essa banda, não me faça gostar desta banda e, em seguida, voce saia dela! isso é besteira! "
O veículo da turnê da banda foi um "pequeno V6 que estava rodando em três cilindros, e ele não estava recebendo ar suficiente, por isso teriamos que dirigir muito devagar", lembrou Wentz. "Nós tivemos que ligar o ar quente para atingir o limite de velocidade, por isso tivemos o calor em todo o tempo em 120 graus. Era tão quente que derreteu a moldagem de plástico ao redor das janelas. Quando chovia,ficaria tudo molhado ". John Janick de Fueled by Ramen tinha ouvido uma primeira versão de uma música on-line e chamado a banda em seu apartamento, em primeiro lugar ,encontrou Stump e depois falou com Wentz por uma hora. Rob Stevenson de island Records, eventualmente, ofereceu à banda um "tipo de incubadora de negócio", em que se deu o dinheiro pra banda a assinar com a Fueled by Ramen para sua estréia, sabendo que eles poderiam "alavancar", a banda de rádio no segundo ano do seu álbum. Fueled by Ramen, no momento em que era o menor dos selos independentes foi clamando para assinar com a banda, que efetivamente lançaram seu álbum de estréia e ajudaram a construir a sua base de fãs cada vez maior antes de se mudarem para a Island.A banda novamente em parceria com O'Keefe no Smart Studios , reuniu as três músicas da demo e gravaram uma música e mais sete em nove dias. A banda, de acordo com Stump, "nós dormirmos em qualquer lugar que dava pra tomar banho [...] Havia uma menina que era a namorada de Andy na época da escola e a gente dormiu mesmo andar dela, mas ela disse que estaria lá por talvez a cada quatro horas.Foi uma loucura ". Enquanto a banda progrediu e seus papéis estavam mais definidos, Wentz levou as letras extremamente a sério, em contraste com Stump, que tinha sido o letrista principal do grupo até aquele ponto. Alguns argumentos levaram durante as sessões de gravação que "mais reducionista se resume a Wentz que escreve as letras e Stump escreve as melodias.''
O álbum de estréia da banda com o albúm Take This to Your Grave, foi gravado pela Fueled by Ramen em maio de 2003. Anteriormente, uma das primeiras gravações da banda, ''Evening Out with Your Girlfriend'', não tinha visto a liberação até pouco antes de Take This to Your Grave em 2003, quando a banda ganhou um impulso considerável. "Nosso álbum foi algo a ser levado às pressas para fora para ajudar a gerar algum interesse, mas um interesse que faria com que as pessoas comprassem o albúm", disse Sean Muttaqi. A banda pedia ativamente para Uprising para liberar as gravações (como o relacionamento da banda com Muttaqi tinha sido ''azedo''), como a banda considerava-o como um "pedaço gigante de lixo", gravado antes da entrada de Hurley na banda deixou de considerar o seu álbum de estréia. Aos poucos, a quantidade de fãs da banda cresceu. De acordo com Wentz, a estréia começou a acabar em um quase motim e o grupo foi proibido de tocar em vários locais, porque toda a multidão iria acabar no palco. A banda ganhou críticas positivas para shows subseqüentes no South by Southwest (SXSW). A banda se juntou a Warped Tour para cinco datas no verão de 2004, e em uma data a banda só tinha realizado três músicas quando o palco desabou devido à grande multidão (a banda terminou com uma versão a capella  "Where Is Your Boy" (com o público). A banda apareceu na capa da edição de Alternative Press em agosto de 2004, e ficaram nas estações em Hot Topic,isso parcialmente ajudou o álbum a vender 2.000/3.000 cópias por semana até o Natal de 2004, a gravadora considerou o "voo" da banda para o sucesso.


 2005–06: From Under the Cork Tree

A banda tinha sido inundada com o "louvor hiperbólico", e considerado "a próxima grande coisa" por vários meios de comunicação. Enquanto a banda gravou o EP/DVD acústico  ''My Heart Will Always Be the B-Side to My Tongue'' em 2004 , eles não gravaram o seguimento de sua estréia até o final do ano. O EP foi o primeiro sinal de existencia da banda na Billboard 200, no número 153. From Under the Cork Tree foi gravado em Burbank, Califórnia, e serviu como a primeira vez que a banda tinha ficado na Califórnia por um período prolongado de tempo. A grupo vivia em moradia corporativa durante o making of do álbum. Em contraste com a Take This to Your Grave para agendamento de gravação,o Fall Out Boy teve um ritmo muito mais gradual, enquanto trabalhava em From Under the Cork Tree. Foi o primeiro albúm do Fall Out Boy em que Stump criou todas as músicas e Wentz escreveu todas as letras, continuando a abordagem eles levaram para algumas músicas do Grave. Stump sentiu que este processo foi muito mais "suave", como cada membro era capaz de se concentrar em seus pontos fortes individuais. Ele explicou: "Nós não tivemos qualquer um desses momentos,quando eu ia tocar a música e ele vai dizer: 'Eu não gosto disso', e ele vai ler as letras e eu vou dizer, 'Eu não gosto dessas letras. "É muito natural e divertido ". Apesar disso, a banda teve grande dificuldade em criar seu som desejado para o álbum, e assim constantemente o material era jogado fora. Duas semanas antes das sessões de gravação começarem, o grupo abandonou dez músicas e escreveu mais oito, incluindo o primeiro single do álbum, "Sugar, We're Goin Down".
A banda sofreu um revés, no entanto, quando Wentz teve um colapso emocional em fevereiro de 2005, que culminou com uma tentativa frustrada de suicídio. Ele havia se retirado do resto do grupo, só aparecendo para entregar suas letras, e tornou-se obcecado com o recente tsunami na India e sua própria auto-dúvida.  "É particularmente difícil quando você esta fazendo algo muito grande e pensando que ele vai ser um grande fracasso ", disse ele mais tarde. Wentz engoliu um punhado de pílulas de ansiedade Ativan (ele descreveu o ato como "hypermedicating") no estacionamento do Chicago Best Buy. Depois de ser levado para o hospital e de ter seu estômago bombeado, Wentz se mudou de volta para casa para viver em Wilmette.
From Under the Cork Tree atingiu um pico de número nove na Billboard 200 em cima de seu lançamento em maio de 2005. O avanço da banda com o single, "Sugar, We're Goin' Down", chegou a número oito nos EUA Billboard Hot 100 em setembro de 2005, e na parada do Reino Unido em fevereiro de 2006. "Dance, Dance ", o segundo single do álbum, foi também um hit top dez nos Estados Unidos. O sucesso do disco levou ao estrelato entre os adolescentes na América do Norte, e a primeira turnê da banda,eles tinham que tocar para 10.000 jovens por noite.A Rolling Stone descreveu os "hinos" da banda, distribuídos e comercializados através de seu MySpace, conectando com o "skinny-jeans-wearing teen girls". Em apoio  ao From Under the Cork Tree, a banda excursionou exaustivamente com turnês internacionais , visitas, aparições na televisão de tarde e de noite e em premiações. A banda se apresentou em festivais de música em 2005 e 2006, incluindo o terceiro Nintendo Fusion Tour no outono de 2005, juntando-se a bandas como, Motion City Soundtrack,  Boys Night Out, e Panic! at the Disco em uma tour por 31 cidades. O álbum rendeu à banda uma indicação ao Grammy de ''Best New Artist'', e já vendeu mais de 2,7 milhões de cópias nos Estados Unidos, tornando-se o álbum mais vendido do grupo até pouco tempo atrás.


 2007: Infinity on High

Na esteira do sucesso multiplatinado da banda, o "especialmente extrovertido" Wentz tornou-se o membro mais publicamente visível da banda. Ele confidenciou à imprensa a sua tentativa de suicídio e fotos nuas do baixista apareceram na Internet em 2006. Ele ganhou exposição adicional através de sua linha de roupas, sua gravadora Decaydance (uma marca da Fueled by Ramen) e, eventualmente, uma relação com a cantora pop Ashlee Simpson, o que fez os tablóides falarem mais sobre o relacionamento nos Estados Unidos. Devido ao aumento no sucesso deles no MTV Video Music Award, o grupo encabeçou o Black Clouds and Underdogs Tour,, um evento que contou com o punk pop de The All-American Rejects, Well-Known Secret, Hawthorne Heights, e From First to Last. A turnê também contou com The Hush Sound para metade da turnê e em outubro seria a outra metade. Eles tocaram em 53 datas entre os EUA, Canadá e Reino Unido.

Depois de dois meses de longa pausa da banda após Black Clouds and Underdogs Tour,  em promoção do seu álbum From Under the Cork Tree de 2005 , Fall Out Boy voltou ao estúdio para começar a trabalhar novamente.  A banda começou a escrever canções para o novo álbum enquanto estava em turnê, e destinando-se a tornar rapidamente um novo álbum, a fim de manter a dinâmica na esteira de seu sucesso. No início de 2007, o Fall Out Boy lançou seu quarto álbum de estúdio, Infinity on High, como seu segundo lançamento na grande gravadora Island. O álbum marcou uma partida do som do Fall Out Boy em que a banda implementou um conjunto diversificado de estilos musicais, incluindo funk, R & B, e flamenco.  Conforme relatado pela Billboard, Fall Out Boy "deriva longe da sua raiz hardcore punk para escrever músicas pop cada vez mais acessíveis ", uma ligeira partida de mais punk pop anterior,um som predominante do grupo em seu albúm 2003, Take This to Your Grave.
A primeira semana de Infinity on High foi um grande sucesso e foi a maior semana de vendas da banda, vendendo 260.000 cópias para estrear em 1º lugar na  US Billboard 200, e entre os cinco primeiros em todo o mundo. Esta posição foi estimulada pelo single "This Ain't a Scene, It's an Arms Race", que chegou ao número 2 em ambos,EUA e Reino Unido, bem como os cinco primeiros em muitos outros países. Por decisão da banda para escolher a música como o primeiro single, Wentz, comentou: "Pode haver outras músicas no álbum que seriam os maiores hits de rádio, mas esta tinha a mensagem certa."  "Thnks fr th Mmrs", o segundo single alcançou apenas o top 10 no número 11 com a força de vendas do rádio popular,  passou a vender mais de dois milhões de cópias nos EUA. Ele encontrou o seu maior sucesso na Austrália, onde ele ficou em número 3, em 2007, o Fall Out Boy ficou em 9º na tabela Top Selling digital Artists com 4.423.000 faixas digitais vendidas, segundo a Nielsen SoundScan.
O álbum já vendeu mais de dois milhões de cópias no mundo todo e, posteriormente, foi RIAA Platinum.
Fall Out Boy, em seguida, foi a atração principal da Honda Civic Tour 2007 para promover o álbum. Embora a turnê foi inicialmente adiada devido a questões pessoais, eles iam dividir o palco com +44, Cobra Starship, The Academy Is ... e Paul Wall. A banda também encabeçou a ''Young Wild Things Tour'', uma turnê internacional com Gym Class Heroes, Plain White T's e Cute Is What We Aim For.  Inspirado em 1963 do livro infantil de Maurice Sendak ''Where the Wild Things Are'' (Onde vivem os Monstros) , a turnê de concertos seria incluída em  conjuntos projetados pelo artista Rob Dobi contendo imagens do livro. A banda fez um "enorme sucesso" na tour para promover o Infinity on High, que levou ao lançamento do álbum ao vivo ''Live in Phoenix'' de 2008, consistindo o material ao vivo gravado durante um show em 22 de junho de 2007, o concerto no Cricket Wireless Pavilion de Phoenix, um show da Honda Civic Tour. O disco também tem um cover de Michael Jackson de "Beat It", com o guitarrista John Mayer que fez um solo de guitarra. A faixa foi lançada como single e tornou-se um pilar no Top10 do iTunes.


2008–09: Folie à Deux


Os membros da banda decidiram não fazer muita publicidade  durante a gravação de seu quarto álbum, como eles foram surpreendidos pela imprensa em torno do albúm ''Infinity on High''. As sessões foram difíceis para a banda. Stump chamou o making of do álbum de "doloroso", observando que ele e Wentz discutiram sobre muitas questões, revelando "Eu joguei algo do outro lado da sala ao longo de algo maior para a menor progressão." Nos álbuns anteriores, Trohman sentiu que ele e Hurley não tinham liberdade musical suficiente e que Stump e Wentz exerciam muito controle sobre o grupo: "Cara, esta não é a minha banda mais '" Eu me senti assim, não é culpa de ninguém, e eu não quero fazer com que pareça assim. Foi mais de um complexo que eu desenvolvi baseado de coisas que eu estava lendo. É difícil de ouvir, 'Joe e Andy são apenas para os shows. ' "  para alterar a situação, Trohman sentou-se com Stump para comunicar suas preocupações, o que levou a uma maior colaboração em Folie à deux. "Isso me fez sentir como se eu possuísse as músicas muito mais. Fiquei realmente animado sobre estar contribuindo para o Fall Out Boy e isso me fez encontrar o meu papel na banda", Trohman lembrou.
Com o lançamento do novo álbum se aproximando, a banda e sua equipe descobriram que teriam que navegar nas mudanças na indústria da música, de frente para o declínio das vendas de discos, a falta de uma tomada adequada para exibição de vídeos de música, bem como a crescente crise econômica dos EUA. Para promover o álbum, Wentz lançou uma campanha viral em agosto de 2008, inspirado em romance de George Orwell Nineteen Eighty-Four (1949), e a autocrática, autoritária organização do Big brother. Folie à Deux, lançado em dezembro 2008, não executou bem comercialmente como o seu antecessor, Infinity on High. Ele estreou no número 8 na parada Billboard 200 dos EUA com vendas na primeira semana de 150 mil cópias durante uma semana altamente competitiva com outras grandes estréias, tornando-se a terceira vez  consecutiva do Fall Out Boy no top dez. Isto ficou em contraste com o mais bem sucedido esforço anterior da banda, que passou de 260.000 cópias em sua semana de abertura para estrear no número 1 dos gráficos músicais. Folie passou duas semanas no top 20 das suas primeiras 22 semanas. Ele também entrou na ''Billboard's Rock Albums'' e ''Alternative Albums'' no número 3. Dentro de dois meses de seu lançamento, Folie à Deux ganhou o certificado de ouro nos Estados Unidos pela Recording Industry Association of America (RIAA), denotando embarques de 500 mil cópias. O primeiro single, "I Don't Care", atingiu um pico de número 21 na Bilboard Hot 100, e foi certificado de platina pela RIAA para as vendas de um milhão de cópias.
Para promover o álbum, Fall Out Boy embarcou na ''Believers Never Die Tour Part Deux'', que incluiu shows nos Estados Unidos e no Canadá.A agenda de shows constante tornou-se difícil para a banda. Devido ao entendimento de fãs conflitantes a respeito do álbum, Stump descreveu a turnê do Folie á Deux como "ser o último ato de shows. Fomos alvos de vegetais podres nas capas da Clandestine " Alguns de nós eram miseráveis no palco ", disse Trohman" Outros eram apenas bêbados. ".  Um conjunto dos maiores sucessos, Believers Never Die – Greatest Hits, no outono, e no seguimento destes acontecimentos, a banda decidiu fazer uma pausa. A decisão da banda resultou na desilusão com a indústria da música. Stump percebeu que a banda estava desesperada para fazer uma pausa "Nós nos encontramos em uma execução pouco criativa e, provavelmente, isso acontece com as pessoas, também."; ele sentou-se com o grupo e explicou que um hiato estava em pauta, se a banda quisesse continuar no futuro.  Todos os envolvidos sentiram que a dinâmica do grupo havia mudado como as personalidades desenvolvidas.
Rumores levaram a confusão quanto ao que a tal ruptura realmente significava; Wentz preferiu não se referir à ruptura como um "hiato", em vez de explicar que a banda era apenas "descompreendida".  Fall Out Boy fez seu último show no Madison Square Garden no dia 4 de outubro de 2009. Perto do fim,Mark Hoppus do Blink do-182 raspou a cabeça de Wentz em um movimento que Rolling Stone descreveria mais tarde como uma "limpeza simbólica do passado, mas também o início de um capítulo muito triste para a banda."



 2010-12: Hiato e carreira solo

Até o momento que a ruptura começou, Stump foi o mais ''pesado'' que ele já tinha sido e detestava a imagem da banda como uma banda "emo". Voltando da turnê para casa, o baterista Andy Hurley "passou pela depressão mais escura. Olhei para o meu calendário e era apenas vazio "disse ele.  Wentz, que estava abusando de Xanax e Klonopin, se divorciou de sua esposa Ashlee Simpson e voltou à terapia. " Eu, basicamente, deixei de ser o cara no Fall Out Boy para ser o cara que, tipo, sai todos os dias ", lembrou Wentz. Anteriormente conhecido como o superexposto "líder da banda, Wentz" cresceu simplesmente para cima", compartilhando a custódia de seu filho e abraçando o envelhecimento: ".. Houve um corte na minha vida eu comecei a pensar - como, ser velho seria legal."
Durante o hiato, cada membro da banda perseguiu seus interesses musicais individuais, que foram recebidos com "diversos graus de fracasso". Stump foi o único membro do quarteto a assumir um projeto solo enquanto Fall Out Boy estava em hiato.A gravação do álbum ''Soul Punk'' foi inteiramente por conta própria: ele escreveu, produziu e tocou todos os instrumentos para todas as faixas do disco. Além disso, ele se casou com sua namorada de longa data e perdeu mais de 60kg por meio de controle da parcela e exercícios. Stump soprou mais de suas economias para montar uma grande banda para uma turnê por trás de Soul Punk, mas as vendas de ingressos eram escassos e o álbum estava parado comercialmente. Durante um momento particularmente sombrio em fevereiro de 2012, Stump abriu seu coração em um post em seu blog com tema "We Liked You Better Fat: Confessions of a Pariah.". no post, Stump lamentou a recepção hostil do albúm e seu status como um "velho" com apenas 27 anos. Stump revelou que os fãs assediaram ele em sua turnê solo, lançando insultos, como "Nós gostavamos de você mais gordo", e observou que "Seja qual for a notoriedade, Fall Out Boy costumavava ter a capacidade de começar de novo a partir do fundo de novo." Além de Soul Punk e desenvolvimentos pessoais, Stump trabalhou como compositor profissional/produtor, e escreveu faixas com Bruno Mars e All Time Low, e buscou atuar.
Wentz formou duo eletrônico com o Black Cards com a vocalista Bebe Rexha em julho de 2010. O projeto lançou um único albúm,e atrasos levaram à saída de Rexha em 2011. Black Cards acrescentou Spencer Peterson para completar a EP Use Your Disillusion em 2012. Wentz também escreveu um romance chamado Gray, que tinha vindo a trabalhar há seis anos fora da banda, e começou a se apresentar na competição de tatuagem o reality show Best Ink.  Hurley aventurou-se mais para dentro do rock durante o hiato, tamborilando com várias bandas ao longo de três períodos em um ano. Ele continuou a gerir a sua gravadora, Fuck City, e tocando para bandas como Burning Empires e Enabler. Ele também ficou na banda de heavy metal The Damned Things com Trohman, Scott Ian e Rob Caggiano do Anthrax e Keith Buckley do Every Time I Die. Apesar disso, os membros todos permaneceram cordiais um ao outro; Wentz foi o padrinho de Stump em seu casamento.  O hiato foi, considerando todas as coisas, benéfico para o grupo e seus membros, de acordo com Hurley. "O hiato ajudou a todo o tipo de figura sair para fora", explicou ele em 2013. "Especialmente Joe e Patrick, que eram tão jovens. E Pete é um milhão de vezes melhor."



2013-14: Retorno e Save Rock and Roll

Stump e Wentz reuniram-se pela primeira vez em vários anos no início de 2012 para uma sessão de gravação. Os dois se encontraram no início de 2012 para escrever pela primeira vez em quase quatro anos. Wentz estendeu a mão para Stump , como ele também sentia que ele estava em um lugar escuro e precisava de uma saída criativa. Ele estava relutante em se aproximar de Stump, comparando isso a um telefonema para se reconectar com um amante depois de anos. "Eu sei o que você precisa - você precisa de sua banda", Wentz disse a Stump  "Eu acho que é um pouco estranho que nós realmente não tenhamos visto uns aos outros este ano.Pagamos por cada um dos erros dos outros.." Wentz comentou. O resultado foram três ou quatro novas músicas, que foram arquivadas e eles concluiram que "elas simplesmente não estavam certas e não se sentiam bem em usa-las".  Alguns meses depois, os dois se reuniram novamente e escreveram músicas que realmente representaram a banda de uma forma moderna. A banda decidiu que se um retorno estava em ordem, eles devem representar a banda em sua forma atual: "Nós não queremos voltar apenas para aproveitar os dias de glória e, e sim recolher algumas verificações ... e fazer o nossa melhor personificação desde 2003", disse Stump e em seguida, o quarteto realizou um dia inteiro de reunião secreta na casa de seu gerente, em Nova York, onde eles discutiram idéias e se reuniram para gravar. Trohman foi o último a ser contactado, através de um telefonema de três horas de Stump. Como Trohman foi sem dúvida o mais animado para começar outros projetos, ele tinha uma lista de cláusulas para reunir a banda. "Se eu não vou voltar a escrever para a banda , então eu não quero", ele comentou, e Stump desarmou-o: ". Eu disse a ele que ele(Trohman) precisava escrever mais."
O principal objetivo da banda era de reinventar seu som a partir do zero, criando o que Trohman chamou de "releitura da banda", que se concentra mais no pop. As sessões não ficaram sem as suas dificuldades, como a banda lutou inicialmente para produzir novo material. Walker tinha dúvidas sobre a volatilidade da banda, sentindo-se o albúm não se fez seguir "crise após crise". O álbum inteiro foi gravado em segredo da indústria da música, críticos, e seus próprios fãs.  Enquanto especificamente negando que seu anúncio não foi uma reunião, porque "nós nunca terminamos", a banda anunciou uma turnê de retorno e detalhes de Save Rock and Roll em 4 de Fevereiro de 2013. O anúncio do quarteto incluiu uma foto deles, em torno de uma fogueira, jogando cópias de seu álbuns nas chamas no local original de 1979 do Disco Demolition Night. Save Rock and Roll estreou no número 1 na parada Billboard 200, com vendas na primeira semana de 154 mil cópias nos Estados Unidos, segundo a Nielsen SoundScan. A chegada da Save rock and Roll ficou como a terceira maior semana de vendas do quarteto, e ganhou seu segundo número 1 na carreira. O sucesso da banda foi melhor descrito como inesperado por jornalistas de música. Rolling Stone chamou de retorno da banda de um "renascimento bastante impressionante",  e Entertainment Weekly chamou o número um de "um grande feito para uma banda que muitos na indústria haviam descartado como reis de um gênero cujo tempo havia passado."
O recorde do primeiro single, "My Songs Know What You Did in the Dark (Light Em Up)", chegou ao número 13 na Billboard Hot 100, marcando o single na primeira top vinte da banda desde a seu cover de Michael Jackson de 2008 "Beat It" . Inspirado em parte por Daft Punk Interstella 5555:. The 5tory do 5ecret 5tar 5ystem, a banda lançou um videoclipe para cada canção do álbum em uma série intitulada ''The Young Blood Chronicles '' entre fevereiro de 2013 e maio 2014. A banda também lançou um EP, PAX AM Days, no final de 2013.


2014-presente: Sexto álbum de estúdio 'American Beauty/American Psycho'

Em 2 de junho de 2014 Wentz afirmou que ele e Stump estavam escrevendo novas músicas. "Nós estamos escrevendo. Eu só estava ouvindo algo e Patrick estava escrevendo no trailer. Então, nós estamos escrevendo,e estamos terminando o ciclo do álbum Save Rock And Roll na África do Sul, em setembro."
A banda lançou uma nova música chamada 'Centuries' que rapidamente já virou sucesso de vendas digitais,e disse que o novo álbum seria lançado entre o final de 2014 e o começo de 2015.A banda foi nomeada pela Kerrang! numa lista ,como sendo a segunda maior banda de rock do planeta.
O álbum foi nomeado como 'American Beauty/American Psycho' (por vezes abreviado como AB / AP) e é o sexto álbum de estúdio da banda, lançado mundialmente em 20 de janeiro de 2015, através da Island Records.
 A faixa-título estreou na BBC Radio 1 em 24 de Novembro de 2014,e foi  lançada um mês depois, em 15 de dezembro de 2014 como o segundo single do Reino Unido do álbum.O seu vídeo da música também estreou no mesmo dia. "Uma Thurman "foi ser liberado nos Estados Unidos nas rádios de rock moderno como terceira música single do álbum. Em 12 de janeiro, foi lançada para download digital como a terceira canção promocional e em geral, o disco American Beauty/American Psycho alcançou a primeira posição no iTunes. A canção "Irresistible" foi lançada como o terceiro single britânico, e seu vídeoclipe foi lançado em 19 de fevereiro de 2015.

Estilo e influências musicais

Embora amplamente considerado como uma banda de pop punk, Fall Out Boy também tem sido descrito como pop rock e emo e cita o grupo emo ''The Get Up Kids'' como uma influência entre muitas outras bandas. Ao ser entrevistado para um artigo de retrospectiva na Alternative Press na época The Get Up Kids em 2005, Pete Wentz afirmou que "Fall Out Boy não seria uma banda se não fosse para The Get Up Kids".  No início da carreira da banda, quando Jared Logan estava produzindo seu álbum de estréia, ele pediu para o baixista Pete Wentz o som que a banda desejava para a gravação. Wentz respondeu "entreguei os dois primeiros albúns de New Found Glory". Wentz também cita Green Day, Ramones, Screeching Weasel, Metallica, Earth Crisis, Gorilla Biscuits e Lifetime como influências. A banda reconhece sua incondicional raiz de punk como uma influência; todos os quatro membros estavam envolvidos na cena hardcore de Chicago antes de se juntar Fall Out Boy. Wentz descreveu a afiliação da banda com o gênero, dizendo: "Eu acho que o mais interessante é que todos nós somos filhos do hardcore que estão escrevendo música pop ... isso nos dá um estilo diferente, porque em nosso núcleo estamos sempre no hardcore. Esse aspecto é e sempre vai ser evidente na música. Somos filhos de hardcore e não podiamos deixa-lo ". ele se referiu à queda do genêro no Fall Out Boy como "softcore":. hardcore punk misturado com sensibilidade pop.O vocalista Patrick Stump, no entanto, é também influenciado por artistas que ele ouvia enquanto crescia incluindo Prince, David Bowie e Michael Jackson.
Os albúns do Fall Out Boy Take This to Your Grave e From Under the Cork Tree são ambos que disseram ter pop punk, bem como sons de punk rock e influências,  e Infinity on High apresenta uma ampla gama de estilos e instrumentos, incluindo arranjos orquestrais e corais ("Thnks fr th Mmrs" e "You're Crashing, But You're No Wave") e um piano com balada mais lenta("Golden"). Influências R & B sobre Infinity on High estão em canções como "This Ain't a Scene, It's an Arms Race" e duas faixas do álbum são produzidas pelo o cantor de R & B, Babyface. Em Folie à Deux, Fall Out Boy continua a evoluir o seu som, com menos som pop punk e aumenta o uso de piano ("What a Catch, Donnie", "Headfirst Slide into Cooperstown on a Bad Bet", e "20 Dollar Nose Bleed"), sintetizadores e hóspedes. A banda também mostra uma série de influências, com a faixa de abertura que apresenta uma seqüência de acordes do The Who da canção "Baba O'Riley" O grupo trabalhou com muitos produtores e artistas, incluindo The Neptunes, Timbaland, Lil Wayne e Kanye West, o último dos quais Patrick Stump descreveu como "o Príncipe da sua geração".
A parte central do som do Fall Out Boy está enraizada em letras da banda, escritas principalmente pelo baixista Pete Wentz, que geralmente usa ironia e outros recursos literários para narrar experiências pessoais e histórias. "Eu escrevo sobre o que eu estou passando a maior parte do tempo, ou o que eu imagino que as pessoas estão passando a maior parte do tempo ". Ele inspira-se em autores como Charles Bukowski, Ernest Hemingway, e JT LeRoy, assim como rappers como Lil Wayne, que ele descreveu como sua principal influência ao escrever Infinity on High. Nas obras anteriores do Fall Out Boy, Wentz escreveu principalmente sobre o amor e desgosto. Temas abordados em From Under the Cork Tree incluem narcisismo e megalomania, enquanto muitas faixas do Infinity on High discutem os altos e baixos da fama. Enquanto escrevia Folie à Deux, ele explorou os dilemas morais e as deficiências da sociedade, bem como conceitos como confiança, infidelidade, responsabilidade e compromisso. Enquanto o álbum contém conotações políticas, a banda queria evitar ser ostensiva sobre esses temas, deixando muitas letras abertas à interpretação dos ouvintes.

Premiações